Rugby e Crossfit = ???


O que acontece quando você mistura rugby e crossfit? O BH Rugby e o Ares Crossfit toparam o desafio. #descubra

Em MG também tem Beach Rugby!


O UNI/BH Rugby participou do primeiro torneio de Beach Rugby do estado de Minas Gerais, e a equipe feminina já começou o ano levantando o caneco!

Temporada 2018


A temporada 2018 já começou! Venha fazer parte do maior e mais tradicional time de rugby de Minas Gerais.

Floripa Sevens: união, superação, evolução!

EM by Alessandro Travassos | Rugby Brasil | Comente  

O rugby é um esporte único, automotivante! O clima fraternal, a filosofia, os terceiros tempos e, porque não, os treinos são o que nos motivam a permanecer no esporte. Mas não há nada mais estimulante, mais emocionante que um campeonato. Ver tantas outras pessoas, tantos outros times, todos falando e respirando rugby é uma experiência única. Acho que a máxima futebolística: “treino é treino, jogo é jogo”, se encaixa bem aqui. Não há nada como uma partida de rugby. Sentir a adrenalina e entregar-se por completo em prol do time é, por incrível que pareça, fantástico!

Mais uma vez chegamos a etapa de Florianópolis do circuito de Sevens com o objetivo de fazer o nosso melhor. A descontração da viagem deu lugar à concentração do pré-jogo. Acho que a frase mais marcante que ouvi foi: “Hoje vamos deixar nosso pulmão no campo!”. E foi isso que fizemos!

a

Foto Maíra Vieira

Falando do físico, a melhora do BHRF é visível. Defendemos como nunca, o que significou derrotas menos elásticas para times mais fortes e vitórias mais expressivas contra times em “pé de igualdade” conosco (mais fracos).

Para coroar nossa participação, tive a felicidade de presenciar uma das melhores partidas que o nosso BHRF já fez! Foi uma vitória apertada e de virada sobre o time do Lions (10×7), conquistada com um try no último minuto de jogo! Tenho que confessar que nessa partida jogamos como um time de 15. Tomamos o primeiro try, convertido, em uma jogada rápida na ponta, logo no 1° tempo. Mas não desistimos! Fomos para cima e, logo no início do 2° tempo iniciamos uma sequência de rucks que culminou com nosso primeiro try. Foi visível a nossa felicidade por conseguir reagir e a apreensão do time adversário. Elas não acreditaram que iríamos buscar a vitória, e pareciam certas de que a qualquer tempo poderiam decidir a partida.

Mas aquele era o nosso dia, e mais uma vez o físico também colaborou para nosso sucesso. Faltando um minuto para o fim da partida tivemos um penal a nosso favor e vi nossa “assistente técnica” gritando para o time que esta era a última “bola do jogo”. A partir daí foram passes de bola, choques e rucks ganhos. Devem ter sido umas sete fazes até o try que saiu no outro lado do campo, das mãos de nossa centro. Inacreditável! I-NA-CRE-DI-TÁ-VEL! Quando dei por mim já estávamos nos abraçando e comemorando como um título.

Realmente, o que importa no rugby é jogar o seu melhor. Mas quando este dever cumprido é coroado com a vitória, é realmente muito bom. Foi o que sentimos neste torneio, foi a sensação com a qual voltamos e que nos alimenta a continuar treinando para aprimorar cada vez mais o nosso rugby.

Em campo, mais que qualquer outra coisa, o que nos motiva é olhar para o lado e ver sua companheira de time se esforçando ao máximo, dando toda a energia e confiante de que você fará o mesmo. Temos um time coeso, apesar de novo, composto por pessoas sensacionais, atletas em franca ascensão.

Gracinha: força. Sempre uma fortaleza. Nossa linha de frente.

Renata: persistência. Assumiu bem uma função de muita responsabilidade para uma novata.

Joana: precisão e experiência. Frieza em todos os momentos.

Tica: ousadia. Não se intimidou mesmo diante de grandes obstáculos.

19: tanque. Nossa capitã e o coração do time. Superação e emoção sempre.

Janine: segurança dentro e fora de campo. Uma atleta completa, da ponta ao pilar.

Neli: superação e versatilidade. Mesmo lesionada assumiu com sucesso a posição de centro.

Thais: surpresa. Estreou e surpreendeu, participando ativamente do jogo contra as campeãs do torneio.

Zico: coragem. Superou sua ansiedade e foi pro jogo em prol do time.

Sensação: disposição. Mostrou-se disposta e com o time no coração.

Chaves: caixinha de surpresas. Ao mesmo tempo que parece ser uma novata, saiu do jogo aplaudida como uma veterana.

Mel, Rita e Tristeza: apoio incondicional, logístico e psicológico. Esperamos vocês em campo.

Maíra: doação. Mesmo lesionada às vésperas do torneio, acompanhou o time e eternizou em fotos incríveis momentos sensacionais do rugby.

O rugby nos ensina muitas coisas, e muitas delas podemos e devemos levar para nossas vidas.  Os torneios, além de proporcionar prazer, também nos ensinam muito: a ter coragem, a superar os limites em cada partida, a pensar coletivamente. Neste, em especial, aprendemos que a concentração é importante, mas a auto cobrança exagerada é prejudicial. Há vezes em que o melhor a fazer é relaxar e jogar o nosso rugby, fazendo o que sabemos, o que estamos acostumadas a fazer. Aprendemos também que vale a pena insistir nos treinos duros, repetitivos e sempre cansativos eis que nos rendem bons frutos nos campeonatos.

Enfim, se tivesse que sintetizar a experiência e o aprendizado deste fim de semana eu diria: superação, por si e por quem está ao seu lado; isso é o rugby!

a

Fotos Maíra Vieira

BH Rugby parabeniza novo diretor da CEMIG

EM by Alessandro Travassos | Rugby Brasil | Comente  

Parabéns ao sr. Luiz Henrique Michalick.

O Belo Horizonte Rugby Clube, por meio de seus atletas, diretores e comissão técnica, parabeniza o senhor Luiz Henrique Michalick pela nova conquista obtida. Na visão do clube, foi justa e a certada a decisão do conselho de administração da Cemig de instituir, no fim de janeiro, sua nova Diretoria de Relações Institucionais e Comunicação e, por reconhecimento do mérito profissional, nomear o jornalista como primeiro diretor.

m

Foto Maíra Vieira

a

Foi graças a Luiz Henrique Michalick, que até então ocupava o posto de superintendente de Comunicação Empresarial, que o BH Rugby conquistou seu maior parceiro até hoje. A confiança que a Cemig deposita há anos no clube é traduzida na possibilidade de realização de cada treino, de cada partida. Trata-se do apoio que se reflete na disposição de cada jovem atleta recebido por uma estrutura que garante a ele aprender e desenvolver o esporte. É a energia que move nossas equipes masculina, feminina e juvenil nas competições interestaduais em que representam com exclusividade e honradez as cores de Minas Gerais.

Nossa felicitação ao senhor Luiz Henrique Michalick e nossos reiterados agradecimentos a ele por contribuir decisivamente para a prática sólida do rugby em Belo Horizonte e por acreditar em nosso ideal de promoção do esporte e de inclusão por meio dele. É baseado nessa gratidão que o BH Rugby está convicto de que a parceria com a Cemig terá vida longa e continuará rendendo bons e saudáveis resultados.

a

Foto Maíra Vieira

a

ATENÇÃO: TREINOS NO CARNAVAL!

EM by Alessandro Travassos | BH Rugby, Rugby Brasil | 1 comentário
O treino de sábado de carnaval, amanhã dia 05/03/2011,  será realizado no CIAAR (Campo da Aeronáutica que fica junto do aeroporto da Pampulha) a partir das 13hs para as categorias Feminino, Juvenil, Novatos e Adulto Masculino.
a
Fiquem atentos para a confirmação do treino de terça-feira, dia 08/03.
a

As categorias infantil e M13 não terão treino durante o carnaval. Todas as categorias voltam a suas atividades normais, depois do dia 09/03.

Como é uma área militar apenas as pessoas que constam na lista, enviada previamente, poderão ter acesso ao campo.

a
Orientamos que as pessoas interessadas em acompanhar o treino, principalmente se for a primeira vez, que entrem em contato através de algum dos canais abaixo:
a

Masculino: Jorge (31) 8802-7126;

Feminino: Amanda (31) 8805-3546;

Infantil: Helena (31) 8850-2608;

a

Time feminino embarca hoje para o Floripa Sevens

EM by Alessandro Travassos | Rugby Brasil | 1 comentário

Meninas do BH Rugby embarcam para o Floripa Sevens

Por: João Gualberto de Araújo Júnior

A equipe feminina do Belo Horizonte Rugby Clube disputa neste fim de semana a 4ª etapa do Circuito Brasileiro de Sevens, que será disputado em Florianópolis. No total, 32 times vão participar do Floripa Sevens, entre formações adultas, juvenis e, é claro, femininas.

Único clube mineiro presente ao longo da competição, o BH Rugby vem desempenhando uma trajetória de resultados expressivos, figurando em uma posição inédita. Na primeira etapa, disputada em outubro em São José dos Campos (SP), as meninas de Minas terminaram em sétimo lugar. Na terceira fase, que ocorreu em dezembro nas dependências do São Paulo Athletic Club (SPAC), elas ficaram na oitava colocação. A segunda etapa, que seria em Niterói, foi cancelada. Até agora, as mineiras acumularam 25 pontos, na sétima colocação geral em um total de 15 clubes participantes.

u

Mariana Tavares

u

Na capital catarinense, os desafios que as meninas do BH terão pela frente serão novamente duros. Os dez times que vão concorrer à Taça Dado Gouvêa estão dividas em dois grupos. Na chave A, além da equipe mineira, estão as paulistanas da USP, do Bandeirantes e do SPAC – campeã do último circuito nacional de seven-a-side e líder do atual -, além das gaúchas do Charrua. No outro grupo, estão Niterói, São José, Lions, Jacareí e as donas da casa do Desterro.

O time sofreu a mudança de seu treinador no inicio do circuito. Desde então, vem treinando firme, com apenas uma semana de recesso no Natal e Réveillon. No final de 2010, cinco atletas iniciaram um trabalho de treinamento e acompanhamento físico na academia Companhia Atlética. A expectativa é que os resultados dessa preparação já seja sentida nesta próxima etapa do torneio.

Como na modalidade de sete atletas as partidas são curtas, com dois tempos de sete minutos, dentro de cada grupo, todas as equipes jogam entre si. Segundo a tabela da competição, a primeira partida do BH Rugby será às 9h40 do sábado, contra o Bandeirantes. Todas as finais serão disputadas no domingo.

A quinta e última etapa do circuito de sevens, em Curitiba, será realizada no mês que vem. Vamos torcer para que as meninas do BH tenham inspiração e contem com a sorte neste fim de semana, porque garra e disposição, elas não deixam faltar.

Agenda

4º etapa do Circuito Brasileiro de Sevens

Floripa Sevens – Taça Dado Gouvêa

Dias: 29 e 30 de janeiro de 2011

Local: Bairro Canavieiras, Florianópolis, SC

u

foto divulgação

Treinos Dezembro e Janeiro

EM by Alessandro Travassos | Rugby Internacional | 1 comentário

Informamos que no mês de dezembro o BH Rugby estará de recesso, com a exceção do time feminino. Por tanto, não haverá treino em dezembro para as categorias Masculina (principal e juvenil) e para as categorias infantis.

Em Janeiro haverá treino nos dias 8/01 – 15/01 – 22/01 – para a categoria feminina e para a categoria de novatos. Dia 29/01 haverá treino apenas para categoria de novatos, visto que, a equipe feminina viajará para participar da etapa do campeonato brasileiro de sevens, em Florianópolis.

Os treinos serão no campo da UFMG – ASSUFENG – a partir das 11hs, entrada pela Av. Antônio Carlos, 6627, 1ª à direita (atrás da Faculdade de Belas Artes). A UFMG é acessível por diversas linhas de ônibus, entre elas: 1207 A/B/C, 2004 e 5102.

Quem quiser (das categorias masculina principal e juvenil) participar dos treinos serão bem-vindos.

O clube volta a suas atividades normais no dia 05 de fevereiro de 2011.

Para maiores informações, envie um e-mail para [email protected], ou entre em contato com Masculino: Jorge (31 8802-7126); Feminino: Amanda (31 8805-3546); Infantil: Helena (31 8850-2608).