Meninas do BH conquistam o 5º lugar no SPAC

Por Joana Loureiro

Embarcamos na sexta à noite, dia 9, rumo ao desafio de encarar mais um SPAC, o maior torneio de rugby seven-a-side do Brasil, com um grupo de muita confiança e cada vez mais desenvolvido no esporte. Chegamos na fria e nublada São Paulo sábado cedo, perto do primeiro confronto do dia: BH x São José. time do interior paulista, que se destaca pela contundente habilidade de sua half-scrum. Mais uma vez conseguimos até certo momento impor nosso jogo, mas algumas falhas individuais abriram caminho para os tries das joseenses, em um embate que por pouco não pontuamos. Placar: 15 x 0.

Nosso segundo jogo do dia foi contra as meninas Bandeirantes, candidatas ao ouro do torneio, o que não nos abalou. Apesar do nosso forte e preponderante scrum e a pressão imposta por nós, sobretudo no chuvoso 1º tempo, o Bande se sobressaiu nas habilidades do jogo de linha, obtendo a vitória. Placar: 24 x 0.

O terceiro e último confronto do sábado foi contra o Tornados. Com boas jogadas entre abertura e centro não foi difícil abrirmos o placar e manter com segurança a primeira vitória. Foi um jogo marcado por muitos scrums devido aos knock-on’s provocados pela garoa que fazia a bola deslizar facilmente pelas mãos. Final de jogo: 17 x 0.

A tranquilidade de poder nos hospedar e descansar plenamente em um confortável hotel fez toda a diferença para a atuação do BH no domingo, o grande e marcante dia de decisões.

O primeiro embate: BH x USP. Um jogo em que o BH não enfrentou dificuldades para impor um placar elástico, buscando jogadas diversificadas, trabalhando muito com as jogadoras velozes. Placar: 27 x 0.

O segundo jogo do domingo, e último do torneio, foi certamente o mais árduo: BH x Pasteur. Sem uma das titulares contundidas no jogo anterior, protagonizamos um certame equilibrado, do começo ao fim, em que claramente foi colocado à prova o condicionamento físico de todas as atletas. Foi um jogo empatado em número de tries, 2 para cada lado, mas marcado pelas certeiras conversões do BH. Final: BH 14 x 10 Pasteur. É a Taça Prata em mãos mineiras!

Voltamos para Minas Gerais com o saldo positivo de vitórias e mais fortalecidas para o Nacional, dias 17 e 18 de dezembro.

.

EM by Alessandro Travassos | BH Rugby

comentários